Porque consultar um oráculo?

Tomar uma decisão correta é algo que perturba os pensamentos de muitas pessoas. Constantemente somos bombardeados por questões cotidianas que podem mudar complementarmente o rumo de nossas vidas. Uma nova oportunidade de emprego; Uma viagem para o exterior; O inicio de um relacionamento ou simplesmente o desejo de fazer um investimento, podem causar problemas que são difíceis de serem imaginados naquele momento.

Um bom conselho seria: Planeje sua vida. Essa afirmação seria válida se pudéssemos manter o controle sobre tudo aquilo que nos cerca. Contudo todos os seres vivos estão de certa forma inter-relacionados, portanto pessoas e acontecimentos externos afetam nosso caminho, fugindo totalmente ao nosso controle. Cada ação que realizamos, cada projeto que imaginamos, criam processos em efeito cascata, mudando constantemente o nosso destino, ou ainda, desviam nosso caminho do objetivo principal, que é o aperfeiçoamento de nossas habilidades emocionais e intelectuais.

A humanidade desde os tempos mais remotos de sua história tenta desenvolver técnicas ou encontrar meios para prever o futuro, enxergar o que vai ocorrer à frente e possivelmente modificar esse futuro possível.

Dentro deste contexto, encontramos muitos relatos de oráculos e técnicas que supostamente poderiam prever o futuro. Para tanto, precisamos perguntar: É possível prever o futuro? A resposta para esta pergunta é de difícil conclusão. Até mesmo a ciência concorda que toda ação tem uma reação e que reações em cadeia são perfeitamente possíveis. Mas imagine a quantidade de cálculos que seriam necessários para criar algo que pudesse analisar esse mecanismo e determinar então o que viria a seguir.

No contexto espiritual, sabemos que a Divindade registra tudo o que ocorre com todos os seres conscientes, os resultados dessas ações podem ser de certa forma medidos, ou ainda, podem ser previstos. Isso é possível porque a Divindade conhece o interior de todo elemento vivente no universo e este conhecimento da natureza interior de cada ser é utilizado como molde para identificar a próxima ação.

Contudo temos que lembrar que a Divindade deu a cada pessoa a liberdade de ação, ou seja, somos livres e não estamos sob o controle de nenhuma força espiritual. Nossas ações são criações da nossa essência interior, que está em constante evolução e por isso, podemos tomar decisões atípicas e então boicotar qualquer modelo que possa ser usado para prever o futuro, em outras palavras, o futuro está em constante movimento.

Mas e se fosse possível, acessar o receptáculo do conhecimento Universal, onde está armazenado tudo que já aconteceu, e esse receptáculo fosse consciente ao ponto de sugerir o caminho mais seguro a ser tomado, ou ainda, o caminho que conduzisse ao encontro da felicidade? É aqui que entra a arte da Divinação. Gostaria de salientar que Divinação é um mecanismo de dialogar com a Divindade e não é adivinhação.

No contexto religioso de Ifá/Òrìsà existem vários tipos de ferramentas oraculares, que podem entrar em contato com a Divindade. Podemos observar algumas afirmações que tentam validar um método oracular em detrimento de outros, essa afirmação não se sustenta totalmente. No Brasil como sabemos desenvolveu-se alguns modelos de culto baseados na cultura Africana, como o Candomblé e o Batuque. O Candomblé por sua vez teve algum contato com o culto de Ifá no inicio do seu desenvolvimento, mas não chegou a implementar o modelo Ifá em seus ritos. Já o Batuque teve pouca ou nenhuma influência e por isso desenvolveu seu próprio método de acesso a Divindade, que é tão eficiente quanto os oráculos encontrados no Candomblé e no Ifá.

Na Cultura YorùbáÒrunmìlà é considerado o patrono das artes oraculares e no contexto do Ifá é Ele quem atende as requisições das ferramentas oraculares consagradas no culto de Ifá. Já o oráculo presente no culto afro-brasileiro utiliza como porta vozes os próprios Òrìsà. Ou seja, não importa qual metodologia estamos utilizando e quem está sendo o interlocutor desse método, o que importa é utilizar um método coerente, pois a Divindade irá responder conforme o conhecimento que temos inerentes em nossas mentes.

Consultar um oráculo permite ao homem tomar decisões mais concretas, analisar o risco que irá gerar e encontrar então a opção mais suave, levando em consideração também o objetivo de evolução espiritual. Além da orientação sobre decisões a Divindade traz todo o tipo de orientações para garantir o aperfeiçoamento humano, indicando os recursos necessários para resolver os mais diversos problemas da vida. Por isso, consultar a Divindade deve ser uma rotina saudável em nossas vidas como consequência de encurtar e facilitar o caminhar na existência humana.

Àse. Bàbáláwo Ifádámiláre Agbole Obemo.