As virtudes segundo Ifá: Sùúrù (paciência)

 

Alguns aspectos do caráter humano são amplamente explorados pela tecnologia Ifá, afim de garantir as bênçãos dos Imortais. Alguns desses aspectos muito importantes são as virtudes comportamentais consideradas sagradas para Ifá. Provavelmente a mais importante delas é a paciência (Sùúrù).

O Odù Èjì Ogbè, primeiro e muito importante Odù na escala fixa de Ifá, possui varias citações sobre a atuação da paciência como um dos pilares para a consolidação do “bom e calmo caráter”.

Um famoso provérbio Yorùbá diz que: “DÌE DÌE LA NJÓÓRÍ ÉKÚ”, ou seja: “pouco a pouco comemos a cabeça do rato”, tal ensinamento pode ser interpretado de várias maneiras e existem algumas explicações aceitas para essa frase, uma delas é o ensinamento sobre a necessidade de exercitar a paciência para alcançar os objetivos.

Ifá em sua infinita sabedoria ensina que tudo deve ser feito pouco a pouco. Não existem atalhos para a solução dos problemas, eles precisam ser resolvidos pontualmente e dentro da capacidade do Orí de cada individuo.

Não adianta determinada pessoa passar pelo ritual mais “poderoso” do mundo achando que isso irá como por mágica resolver todos os seus problemas em algumas horas. As energias têm o seu tempo para realizar as transformações necessárias, algumas dessas transformações estão relacionadas com mudanças de postura profundas no individuo em questão. Se tais alterações não forem assimiladas, as energias ficam bloqueadas até que o Orí consiga encontrar o caminho aberto por Ifá. Por isso é importante ter paciência. Para reforçar este conceito, Ifá diz: “ÌBÌNÙ KÓ SÈ OHÚNKÓHÙN ÌWÀ SÙSÙ NÌ OHÙ GBÒGBÒ, ou seja: “A raiva não nós leva a nada; a paciência coroa o sucesso. Aqueles que possuem paciência possuem tudo”.

Outro ponto que essa virtude aborda é referente ao aprendizado, não é possível aprender a tecnologia Ifá de um dia para o outro, mesmo porque o conhecimento sozinho não permite o contato com a Divindade. É necessário também desenvolver a percepção espiritual e conceitual, para tanto, leva-se tempo. Por isso desenvolver a paciência leva a porta de acesso das bênçãos dos Imortais.

Àse. Bàbáláwo Ifádámiláre Agbole Obemo.